Corpo Docente

O corpo docente atual do PPGFMC da UFSC é formado por 22 professores, sendo 18 Permanentes e 4 Colaboradores. Uma característica importante do PPGFMC é que os(as) docentes credenciados(as) apresentam uma formação acadêmica multidisciplinar, possuindo graduações nos cursos de Farmácia e Bioquímica (10 professores), Ciências Biológicas (9 professores), Medicina (1), Fisioterapia (1) e Enfermagem (1) sendo oriundos de diversas instituições: USP (5), UFSC (5), UnB (2), UCPel (1), PUCRS (1), UDESC (1), UNIVALI (1), UNESP (1), UFBA (1), UFMG (1), UNIFESP (1), UFPR (1) e UFRGS (1).

O corpo docente caracteriza-se por ter formação doutoral realizada nas principais IES do Brasil. A UFSC e a USP titularam oito (8) docentes cada, seguidas da UFRGS que titulou dois (2) professores, enquanto que FIOCRUZ/UFBA, UNICAMP, UFMG e UFRJ titularam um (1) professor cada. A titulação de doutorado do corpo docente do PPGFMC concentra-se na Farmacologia (12 professores), nas Ciências Biológicas (5 professores) e na Fisiologia (2 professores). Para completar o quadro de titulação do corpo docente do PPGFMC tem-se um (1) professor com doutorado em Biologia Funcional, um (1) em Patologia Humana e um (1) em Ciências (ver Figura abaixo).

Destaca-se também um equilíbrio na distribuição do corpo docente do PPGFMC quanto ao seu tempo de titulação, sendo constituído por 16 professores Seniores (com mais de 10 anos de doutoramento) e 6 professores Juniores (menos de 10 anos de doutoramento), mostrando a preocupação e ações estratégicas do PPGFMC com a renovação do seu quadro docente. Neste contexto, apesar da grande renovação do corpo docente ocorrida nos últimos dois quadriênios, mais de 75% dos docentes do PPGFMC apresentam treinamento e formação científica em instituições estrangeiras de reconhecimento internacional. Com relação à estágio pós-doutoral, cinco (5) professores realizaram pós-doc nos Estados Unidos, cinco (5) na Inglaterra, dois (2) na Alemanha, dois (2) em Portugal, e três (3) professores realizaram pós-doc na Itália, Espanha e Holanda. Aproximadamente 80% dos docentes Permanentes do PPGFMC são bolsistas de Produtividade do CNPq, sendo sete (7) docentes bolsistas nível 1 e sete (7) docentes bolsistas nível II do CNPq, conforme distribuição ilustrada na Figura abaixo, demonstrando a elevada qualificação e reconhecimento científico do seu corpo docente.

A atual distribuição do corpo docente nas linhas de pesquisa dentro das áreas de concentração do PPGFMC está assim constituída:

Farmacologia do Sistema Nervoso Central: Aderbal da Silva Aguiar Júnior, Antonio de Pádua Carobrez, Alex Rafacho, Cilene Lino de Oliveira, Geison de Souza Izídio, Helena Iturvides Cimarosti, Leandro José Bertoglio, Rui Daniel Prediger e Thereza Christina M. de Lima;

Inflamação e Imunologia: André Báfica, Carlos Rogério Tonussi, Daniel Mansur e Fernando Spiller;

Dor e Analgesia: Alfeu Zanotto Filho, Carlos Rogério Tonussi, João Batista Calixto e Juliano Ferreira;

Farmacologia das Neoplasias: Alfeu Zanotto Filho;

Farmacologia Endócrina: Alex Rafacho e Fernanda Barbosa Lima;

Farmacologia Cardiovascular: Daniel Fernandes, Elizabeth Linder, Jamil Assreuy, José Eduardo da Silva Santos e Regina de Sordi.

A qualidade do corpo docente do PPGFMC tem sido reconhecida através da concessão de diversos Prêmios Nacionais e Internacionais a diversos membros do PPGFMC. Além disso, docentes do PPGFMC têm ocupado posições de destaque nas principais sociedades científicas brasileiras e corpo editorial de periódicos internacionais da área de Farmacologia e áreas afins. A título de exemplificação, três membros do Programa (professores Juliano Ferreira, André Báfica e Rui Daniel Prediger) foram eleitos Membros Afiliados da Academia Brasileira de Ciências (ABC). O Prof. João Batista Calixto é Membro Titular da ABC e vice-presidente da Região Sul da ABC, é membro do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia – CCT (mandato 2016-2019). O professor Calixto recebeu diversas honrarias, incluindo 1st Senior Pharmacologist Award (Achē/SBFTE, 2017), Ordem Nacional do Mérito Científico, categoria Gran Cruz (2018), Premio Fundação Péter Murányi (2019) Ciência e Tecnologia, Prêmio CBMM, categoria Tecnologia (2019). O professor Jamil Assreuy participa desde 2016 do Corpo Editorial da BRITISH JOURNAL OF PHARMACOLOGY. O Prof. Rui Daniel Prediger é atualmente membro do Conselho Deliberativo da SBFTE (mandato 2018-2021) e Coordenador do Fórum Permanente de Pós-Graduação da SBFTE (mandato 2019-2020). O professor Juliano Ferreira foi contemplado em 2018 com o Visiting Professor Award da Fullbright Foundation. Os docentes Juliano Ferreira e José Eduardo da Silva Santos receberam o Prêmio José Ribeiro do Valle da SBFTE, sendo que outros dois docentes (Fernando Spiller e Daniel Fernandes) foram finalistas deste prêmio. O professor André Báfica é membro diretor do Programa Jovens Lideranças Médicas da Academia Nacional de Medicina (2015-2020) e recebeu o prêmio de Early Career Scientists do Howard Hughes Medical Institute/USA (2011), sendo atualmente Diretor da Sociedade Brasileira de Imunologia Regional Sul. A professor Regina de Sordi foi condecorada com o Diversity Enhancement Travel Award (North American Shock Society, 2015), Young Investigator Award (American Heart Association, 2015) e Marie Curie Fellowship, European Commission (2014). O professor Daniel Fernandes foi contemplado com o Newton International Exchanges Award (The Royal Society/Newton Fund, 2015). Os professores Daniel Mansur e Helena Cimarosti foram contemplados com o Newton Advanced Fellowship da Royal Society. O professor Geison Izídio foi reconhecido em 2018 com a Comenda da Ordem do Mérito de Educação e Integração (Prêmio Quality) da Sociedade Brasileira de Educação e Integração. A professora Cilene Lino de Oliveira foi contemplada em 2017 com a Basel Declaration Award for Education in Animal Research, (Basel Declaration Society).